Make your own free website on Tripod.com
TheQumranQbIsaiahScroll.jpg (141797 bytes) 

Associação Brasileira de
História das Religiões




benedito.gil@gmail.com

 

Home

Apresentação

ABHR

Atas

Edições ABHR

Membros

GPs

Eventos

Notícias

Papers

Estatuto

Links

Filiação a ABH

 

 

Ata da III Assembléia Geral da ABHR

Ata da Assembléia de Membros da Associação Brasileira de História das Religiões (ABHR), realizada aos vinte e um dias do mês de junho de dois mil e um, nas dependências do Recife Palace Hotel – Salão Imperial, na cidade do Recife, Estado de  Pernambuco, iniciada às 17 horas, sob a direção do Presidente Professor Dr. Benedito Miguel Angelo Perrini Gil. Os demais componentes presentes da diretoria presentes eram Antonio Lacerda Miotto (Secretário de Divulgação) e Lyndon de Araújo Santos (Tesoureiro). Em seguida, a presidência procedeu as comunicações como primeiro ponto de pauta.  1. O registro da ABHR e solicitação de seu CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) dependem das duas atas das reuniões anteriores a serem registradas no livro de atas devidamente assinado pelos membros fundadores e contendo dados pessoais completos. Com as assinaturas será dado início ao processo de registro em cartório; 2. A IAHR (Associação Internacional de História das Religiões) aprovou a filiação da ABHR quando de seu último encontro em Durban, África do Sul, em agosto de 2000. O prof. Eduardo Basto de Albuquerque representou a ABHR na ocasião. O ato seguinte será o pagamento da taxa de adesão no valor de U$ 200 (duzentos dólares), embora não haja urgência por parte da tesouraria da IAHR. A professora Maria de Lourdes Beldi de Alcantara (da área de Antropologia da USP) expôs as impressões de sua participação na IAHR, cuja representação não se deu pela ABHR mas por outra associação, tecendo críticas à postura e tratamento etnocêntrico por parte dos pesquisadores europeus, sem que tenha trazido maiores contribuições teóricas. Defendeu, no entanto, a importância da filiação justificando ser a IAHR um espaço de possibilidades políticas de recursos e de reconhecimento internacional para a ABHR; 3. A Profa. Elizete da Silva (Universidade Federal da Bahia e Universidade Estadual de Feira de Santana), expôs as impressões positivas de sua participação no encontro (colóquio) da ALER (Associação Latinoamericana de Estudos da Religião), realizado na cidade de Jerez de La Frontiera, região de Cadiz, Espanha, embora tenha contado com a participação de poucos brasileiros. A profa. Elizete transmitiu o convite da ALER para que a ABHR se faça presente no próximo encontro no ano que vem em Lima, Peru. O Prof. Paulo Donizetti Siepierski propôs à casa um voto de louvor e de agradecimento pelo trabalho à frente da ABHR pelo Prof. Benedito Miguel A. Perrini Gil, tendo sido aprovado pela casa. Em seguida, o presidente passou à discussão da realização do IV Simpósio Anual da ABHR, tendo a diretoria trazido uma proposta através de Antonio Lacerda Miotto. Quanto ao local que seja na cidade de São Paulo e que tenha o apoio institucional das principais universidades como a Universidade de São Paulo, Universidade Estadual Paulista, Pontifícia Universidade Católica e Universidade Metodista de São Paulo. Tentar-se-á o contato com a Universidade de Campinas. Quanto à comissão inicial responsável pela organização do evento, que sejam os professores Frank Usarski (PUC), Maria de Lourdes Beldi de Alcântara (USP), Lauri Emílio Wirth (UMESP), Josafá   (Faculdade Dominicana de Teologia), Paulo Donizetti Siepierski (UFRPE) e Benedito Miguel A. Perrini Gil (UNESP), este como presidente da comissão que terá sessenta dias para reunir-se a apresentar relatório e encaminhamentos. Em seguida os membros indicados da comissão teceram comentários sendo de comum opinião as dificuldades financeiras para a realização do evento. A professora Maria de Lourdes Beldi de Alcântara, falou em nome do Grupo de Imaginário e Psicologia da USP quanto à possibilidade de serem disponibilizados recursos, infra-estrutura e pessoal de apoio. A Professora Leila expôs a necessidade de tentar-se obter apoio institucional de pesquisadores representativos na área de religião da USP como os professores Lísias Nogueira Negrão e Antonio Flávio Pierucci. O Professor Lauri Emílio Wirth declarou o interesse da UMESP em termos de intercâmbio sem, porém, poder a UMESP oferecer apoio em termos de infra-estrutura e recursos financeiros, e que o apoio será discutido em reunião do colegiado. O Professor Fernando Londoño (PUC-SP) enfatizou a necessidade de novos contatos e convites para pesquisadores de outras áreas e defendeu a realização do evento na cidade de São Paulo, fato que representaria a perspectiva de ampliação e consolidação da ABHR no cenário acadêmico nacional. A Professora Maria de Lourdes esclarece a palavra da Professora Leila  no sentido de que sua disposição de oferecer o apoio do Grupo de Imaginário e Psicologia da USP foi de somar com a ABHR, reafirmando o espírito de colaboração. A data proposta para a realização do IV Simpósio da ABHR foi a de maio de 2001. A proposta foi aprovada pela casa. Em seguida foi dada a sugestão pelo Professor Paulo D. Siepierski para que pesquisadores membros da ABHR sejam incentivados a criar Grupos de Trabalho ou de Pesquisa em Associação nacionais como a ANPUH, a ANPOCS, SOTER e outras. O objetivo seria também o de representar a ABHR nestes espaços de produção acadêmica. Como exemplo desta necessidade, a ANPUH somente reconhecerá pesquisadores ligados a GTs, o mesmo poderá se dar em outras associações com suas normas e exigências. O passo inicial já foi dado junto à ANPUH, por parte de associados da ANPUH que fazem parte da ABHR. Em seguida, foi trazida a proposta pela diretoria para o aumento da anuidade atual de R$25,00 (vinte e cinco reais) para R$ 100,00 (cem reais), o que foi rejeitada pela casa que propôs e aprovou a anuidade diferenciada de R$ 30, 00 (trinta reais) para estudantes e de R$ 50,00 (cinqüenta reais) para profissionais. Silvia Márcia Alves Siqueira sugeriu a redução das taxas de participação nos Simpósios anuais para os associados que estejam em dia com o pagamento das anuidades. Este deverá ser feito até os meses de fevereiro/março de cada ano. O Professor Paulo D. Siepierski falou acerca da necessidade de esclarecimento de um orçamento que considere o número de associados, a taxa de adesão de U$ 200 (duzentos dólares) e as anuidades de U$ 100 (cem dólares) à IAHR, a contratação de um contador oficial, as taxas de registro no CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e a necessidade de publicação de uma revista. Foi feita uma previsão de gastos mínimos básicos de R$ 1500,00 (hum mil e quinhentos reais) para o próximo ano. Em seguida, outros assuntos de interesse da ABHR foram apresentados e discutidos. Os Anais do III Simpósio estão disponíveis em Cdroom  ainda neste evento. A forma impressa será negociada junto à Universidade Federal Rural de Pernambuco e a Edunesp, ficando a cargo da Comissão Científica responsável. O professor Paulo D. Siepierski discorreu da necessidade da ABHR marcar sua posição na academia brasileira através da publicação de uma revista, cujo objetivo seria o de publicar textos de associados e representar a reflexão feita na ABHR. Além das dificuldades financeiras, há exigências legais, a necessidade de formar um núcleo de redatores e de contatar editoras que foram expostas por Antonio Lacerda Miotto. Sugeriu-se, então, cultivar mais a idéia e pensar-se em um Conselho Editorial da Revista com nomes nacionais e internacionais de fora da ABHR, e um Conselho Executivo formado por associados. A Secretaria de Divulgação ficou com a responsabilidade de trazer proposta na próxima reunião sobre a revista, colocando-se aberta para receber sugestões através do endereço eletrônico sana30@bol.com.br. O presidente sugere o registro referente à qualidade do III Simpósio da ABHR no Recife, agradecendo o empenho do Coordenador professor Paulo D. Siepierski na sua organização. O professor Paulo D. Siepierski propõe voto de congratulação e parabenização reconhecendo o avanço e a concretização da ABHR, tendo sido aprovado pela casa. O encerramento se deu às 19h15min. Eu, Lyndon de Araújo Santos, secretário ad hoc, lavrei esta ata e a assino juntamente com o presidente após sua leitura e aprovação.