Make your own free website on Tripod.com

Teatro e Religião
Sandro de Cássio Dutra
UNESP – Assis

Nos palcos ou mesmo em lugares alternativos, verificamos a grande versatilidade do teatro para fins múltiplos. Assim, deparamo-nos com encenações teatrais que apenas buscam a diversão, que servem como instrumento político de oposição, que buscam um meio de consolidar regimes ou ideologias nacionais, que se preocupam somente com os fins comerciais, e, dentre muitas outras, também, o teatro religioso.

Será neste gênero teatral que agora lançaremos nossos olhos e nossas idéias. Faz-se importante ressaltar que este trabalho está contido num outro de maior densidade. Por isso, a análise que aqui iremos desenvolver sobre o Teatro e Religião, será um dos tópicos do recorte produzido por nossa dissertação, qual seja, o Teatro amador em Assis, Marília e Ourinhos, 1964-1985.

Pretendemos, assim, ao utilizar episódios de grupos amadores de teatro da época e região indicadas, fundamentar as várias intenções com que é administrado ou recebido o teatro amador pela religião. Dissertaremos sobre três diferentes grupos de teatro amador, buscando caracterizar a relação existente entre o fazer artístico e a religião.

Muito se tem a discutir sobre a relação Teatro / Religião. Se voltarmos nossos olhos às origens do teatro e ao teatro no Brasil recém descoberto, verificamos quão estreita é tal relação. Em nosso trabalho, optamos por estudá-la no espaço e tempo acima delimitados e, ainda, o teatro em seu nível amador. Não é por estar à margem dos grandes centros ou fora da determinação profissional que o estudo desta vertente do teatro perde sua pertinência. Ao contrário, seu estudo é necessário na medida em que é uma força viva, transformadora ou conservadora dentro de qualquer sociedade. O teatro, além de proporcionar entretenimento e diversão, se preza ao papel de gerar Interação, Educação e Tolerância.

Tais palavras nortearão o caminho do trabalho. No item Interação, discutiremos o uso do teatro amador como uma atividade essencialmente de agregação por parte da Igreja, em Educação, o teatro amador, dirigido por religiosos, servirá como uma atividade complementar na formação do indivíduo, e em Tolerância, a atitude da Igreja frente a "abusos" de determinado grupo teatral amador.