Make your own free website on Tripod.com

O Morto é que conta: Reflexões sobre a sociabilidade em confraria de cativos na Capitania de Goiás

Cristina de Cássia Pereira Moraes

Universidade Federal de Goiás

O presente estudo contempla as relações de sociabilidade existentes entre os cativos da Confraria de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos e de Nossa Senhora das Mercês existentes na Capitania de Goiás no século XVIII envolvendo os enterros e seus preparativos. Apesar da pompa fúnebre e da quantidade de sufrágios em atenção às almas dos irmãos defuntos, existiam após os enterramentos, o manuseio do simbólico da morte através de alguns rituais africanos, veementemente condenados pelos Párocos das Irmandades.